segunda-feira, 11 de junho de 2012

Rio de Janeiro, um outro olhar...


Pasmem, mas eu não conhecia o Rio - capital. Nunca fui um aficcionado pela cidade, apesar da ligação de São João del-Rei com a antiga capital do Império e da República ser forte! Talvez, por causa da sempre propaganda negativa que a mídia em geral fez da cidade, nas décadas de 80 e 90, e pela falta de investimento em segurança pública até então.  Confesso que andei tranquilamente pela cidade, tanto de dia quanto à noite! Divertidíssima viagem!


Resolvemos ir de carro até o Rio. Fica o frio na barriga toda vez que ‘pego a estrada’, mas lá fomos nós em direção à cidade maravilhosa. No caminho, tudo tranquilo, a primeira parada em Petrópolis, a cidade imperial. Debaixo de chuva, almoçamos. Uma pena não termos visitado o Museu Imperial. Fica a dica para as próximas viagens! A descida da serra sob chuva em direção ao Rio foi tensa, mas bela! Noite adentro, estávamos na Avenida Brasil. Bem vindos à cidade maravilhosa!


Marinheiro de primeira viagem, fiquei encantado com as belezas construídas da cidade, até porque a chuva não nos deixou curtir as belezas naturais. A noite carioca é fascinante com suas boates, bares, restaurantes, teatros etc. Uma mistura do passado e futuro, sagrado e profano, natural e artificial: essa é para mim a definição do Rio de Janeiro!

A primeira Missa. Acervo: MNBA Foto: @PauloJSouza

Conhecer o Museu Nacional de Belas Artes - MNBA foi uma experiência magnífica de contato com a arte oriunda da imaginação e criatividade dos autores das telas. Indescritível, obras como ‘A primeira missa’ de Victor Meirelles, pintada em Paris no século XIX. Obra essa que todo brasileiro pôde apreciar nos primeiros anos escolares nos cadernos e livros de História. Outra tela que fica marcada na visita ao MNBA, pelo tamanho e beleza na retratação do conflito, é a ‘Batalha do Avaí’, de Pedro Américo. Não há como ir ao Rio e não apreciar o MNBA. À Cinelândia, com os majestosos prédios do Teatro Municipal, do MNBA e da Biblioteca Nacional, vale o passeio!

Batalha dos Guararapes. Acervo: MNBA Foto: @PauloJSouza

Outra atração cultural e educativa é o Museu da República, que funciona no chamado Palácio do Catete, antiga sede da Presidência da República até 1960. Imponente pela sua arquitetura, majestoso pelo seu mobiliário, o palácio recebe desde 1960 o Museu da República. Lá, vemos um filme da história republicana do país, desde 1889 até os mais recentes acontecimentos, principalmente nos governos de Getúlio Vargas e no regime militar. É um revisitar a nossa própria história tão recente e tão desconhecida por nós brasileiros. O Catete, como é conhecida aquela região, também é famoso pela vida noturna e foi palco de histórias que ainda pulsam nos corações republicanos e cariocas.

Museu da República/RJ Foto: @PauloJSouza

Fica a dica para quem ainda não conhece o Rio de Janeiro ou tem receio pela publicidade negativa que outrora fizeram da cidade! O tempo e a vida no Rio são outros!

O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente” Mário Quintana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Portanto, não serão publicados comentários que firam a lei e a ética.

Por ser muito antigo, o quadro de comentários do blog ainda apresenta a opção "comentar anônimo" mas, com a mudança na legislação,

....... NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS....