quarta-feira, 29 de junho de 2016

O golpe em curso no Brasil


Recentemente, a líder do governo provisório de Michel Temer, senadora Rose de Freitas (PMDB), disse que não foi pelas chamadas ‘pedaladas fiscais’ que a presidenta Dilma Rousseff foi afastada da Presidência da República. A senadora disse que a presidenta foi afastada por causa da governabilidade do governo ou da ausência dela, ou seja, da perca de confiança do parlamento. Os técnicos do Senado Federal disseram que a presidenta Dilma não agiu comissivamente em relação aos atos praticados, no caso do Plano Safra, ponto central da acusação contra Dilma no processo de impeachment sofrido por ela. O presidente provisório Temer disse, em entrevista, que vetou os aviões da FAB para Dilma porque ela queria viajar para 'denunciar o golpe'.
Em maio, conversas gravadas envolvendo caciques do PMDB foram publicizadas, em processo da operação Lava Jato, no qual aqueles citam o afastamento da presidente Dilma como a última forma de garantir que as investigações cessassem antes de atingir a cúpula do PMDB, partido do presidente provisório.
Tudo isso demonstra que, não sendo possível encontrar um crime de responsabilidade contra a presidenta Dilma, os parlamentares, com o processo aberto, deram, na verdade, um voto de desconfiança. Ora, mas isso é característica do sistema parlamentarista e não do presidencialismo brasileiro. Como bem disse Élio Gáspari, no artigo publicado no jornal Folha de São Paulo, ‘há golpe’. Há um golpe em curso, no Brasil, estampado, divulgado, escancarado, e os golpistas, sem nenhum escrúpulo, estão implementando as mudanças, freadas nos governos petistas, no sentido da implementação do chamado Estado mínimo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Portanto, não serão publicados comentários que firam a lei e a ética.

Por ser muito antigo, o quadro de comentários do blog ainda apresenta a opção "comentar anônimo" mas, com a mudança na legislação,

....... NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS....